Ultimas atualizações
  • Teste 1: Teste

  • CUSTOMIZAÇÃO DE MOTOS HD

  • PRODUTOS PARA HARLEY-DAVIDSON

  • TOMBO NA LAMA NO PR

  • RJ: SALÃO MOTO BRASIL

  • DIAVEL BLACK

  • ESPANHOL DE MOTOVELOCIDADE

  • BRASILEIRO DE MOTOCROSS

  • RECALL NA HONDA CRF 450 R

  • Post por // maio 4, 2015

    O argentino Sebastian Porto cruzou em terceiro. Com o resultado, os dois pilotos da BMW Motorrad Petronas Racing garantiram o primeiro pódio do ano para a equipe. A próxima etapa será dia 31 de maio em Cascavel.
    Uma vitória emocionante, super disputada e definida apenas na última volta. Assim pode-se resumir a brilhante conquista do piloto Matthieu Lussiana, da BMW Motorrad Petronas Racing, que correu a primeira etapa do Moto 1000 GP, realizada em Curitiba, no sacrifício, já que está com uma costela fraturada. Um duelo forte e eletrizante com o português Miguel Praia, desde o começo da disputa, valorizou ainda mais o resultado. Para completar a tarde de comemorações do time comandado por Alexandre Barros, o estreante no elenco, Sebastian Porto cruzou em terceiro, e garantiu seu primeiro pódio na temporada. No dia 31 de maio as feras da motovelocidade voltam às disputas, desta vez em Cascavel.
    Com muitas dores e tentando se recuperar de uma fratura na costela, sofrida após uma queda na etapa de Assen, na Holanda, durante o Mundial de Superstock na Europa, o atual campeão do Moto 1000 GP, Matthieu Lussiana chegou a Curitiba sabendo que ia disputar a etapa no sacrifício. Seu objetivo na corrida de hoje era pontuar bem e pensar no campeonato. Mas ele foi além. Deu o melhor de si, mesmo não estando 100%, para começar o ano com vitória, anotando a melhor volta da prova e na liderança da competição.
    Largando da terceira posição, Lussiana soube usar toda sua experiência, para ganhar ritmo e ir se aproximando dos líderes. Ele precisou de apenas seis voltas para assumir a liderança da prova, que até este momento estava nas mãos de Miguel Praia, já que o pole Diego Pierluigi largou mal e perdeu a posição ainda na volta 1. A partir daí, Lussiana passou a ser pressionado pelo português, que não deu folga para o francês. E a bela disputa entre eles durou até a última volta, quando Praia superou Lussiana, mas o piloto da BMW Motorrad Petronas deu o troco na sequência, e entrou na reta principal em primeiro, posição na qual recebeu a bandeirada.
    “Foi muito bom. Tive dificuldades do começo ao fim, por conta da dor e também foi complicado respirar. Na última volta, diminui um pouco e usei a estratégia de deixar o Praia me passar, assim eu poderia saber onde ele estava mais rápido que eu, além disso, também foi bom fazer isso para dar uma respirada e buscar um sprint. Depois na entrada da reta, reassumi a ponta e fui para a vitória. A moto nova é muito boa, gostei da etapa e espero estar 100% na próxima prova”, comemorou o vencedor, dono da BMW S1000 RR #1.
    Para Sebastian Porto, estreante na equipe BMW Motorrad Petronas, a primeira etapa foi positiva. Ele passou por alguns problemas eletrônicos, durante o fim de semana, e ainda vive a fase de adaptação ao campeonato e à moto. Mesmo assim, com experiência, faturou seu primeiro pódio, com a conquista do terceiro lugar, depois de largar em quarto e segurar bem a pressão do italiano Sebastiano Zerbo, e posteriormente do brasileiro Wesley Gutierrez.
    “Estou muito contente com o resultado. Foi um fim de semana de adaptação a tantas novidades. Mas consegui ter um bom ritmo, e a seis voltas do fim superei o Gutierrez para assumir o terceiro lugar. Foi bom, mas sei que tenho muito para mostrar e com certeza estaremos ainda mais competitivos nas próximas etapas”, contou o argentino dono do equipamento #12.
    GP Light
    Na GP Light, Luciano Donato conquistou seus primeiros pontos na competição ao terminar a prova na 14ª posição. Com isso, somou dois pontos. Agora, o paulista segue em sua adaptação para buscar melhores resultados nas próximas etapas do campeonato. Na divisão de acesso, a vitória ficou com o piloto ‘da casa’, o curitibano Rafael Nunes, que também tinha anotado a pole position.
    Resultados da primeira etapa em Curitiba (top-10):
    GP 1000
    1º) Matthieu Lussiana (FRA/BMW Motorrad Petronas Racing), BMW, GP 1000, 18 voltas em 24.42.956

    2º) Miguel Praia (POR/Center Moto Racing Team), Honda, GP 1000, a 0.100
    3º) Sebastian Porto (ARG/BMW Motorrad Petronas Racing), BMW, GP 1000, a 0.559
    4º) Wesley Gutierrez (PR/Motonil Motors-PDV Brasil), Kawasaki, GP 1000, a 2.545
    5º) Sebastiano Zerbo (ITA/Target Race Superbike Team), Kawasaki, GP 1000, a 3.270
    6º) Danilo Lewis (SP/Tecfil Racing Team), Kawasaki, GP 1000, a 8.574
    7º) Marco Solorza (ARG/Solorza Competición), Kawasaki, GP 1000, a 25.379
    8º) Martin Solorza (ARG/Solorza Competición), Kawasaki, GP 1000, a 25.429
    9º) Diego Pretel (SP/), Ducati, GP 1000 Evo, a 27.724
    10º) Diego Pierluigi (ARG/JC Racing Team), Kawasaki, GP 1000, a 32.121
    Melhor volta: Matthieu Lussiana com 1min21s132 e média de 163,955 km/h
    GP Light

    1º) Rafael Nunes (PR/Team Suzuki PRT), Suzuki, 22min33s067
    2º) Jean Vieira (SC/MS Racing Team), Kawasaki, a 3s492
    3º) Ricardo Levy (SP/DRT), DRT-Ducati, a 10s973
    4º) Diogo Ramos (SC/SBK Moto Racing), Kawasaki, a 16s988
    5º) Marcelo Dahmer (RS/K Racing), Honda, a 22s286
    6º) Henrique Castro (DF/City Service BSB Motor Racing), Kawasaki, a 22s660
    7º) Fabiano Hazan (SC/Bruxo Race Team), Kawasaki, a 22s940
    8º) Ricardo Negretto (SP/Tecfil Racing Team), Kawasaki, a 25s160
    9º) Maurício Paludete (SP/Sport Plus Racing), BMW, a 30s047
    10º) Edson Luiz (SC/2MT-PRT), Kawasaki, a 55s336
    14º) Luciano Donato (SP/BMW Motorrad Petronas Racing), BMW, a 1min29s600
    Melhor volta: Diogo Ramos com 1min29s391, média de 159,514 km/h
    Classificação do Campeonato (top-10):
    GP 1000
    1º) Matthieu Lussiana, 26

    2º) Miguel Praia, 20
    3º) Sebastian Porto, 16
    4º) Wesley Gutierrez, 13
    5º) Sebastiano Zerbo, 11
    6º) Danilo Lewis, 10
    7º) Marco Solorza, 9
    8º) Martin Solorza, 8
    9º) Diego Pretel, 7
    10º) Diego Pierluigi, 7
    GP Light
    1º) Rafael Nunes, 26
    2º) Jean Vieira, 20
    3º) Ricardo Levy, 16
    4º) Diogo Ramos, 14
    5º) Marcelo Dahmer, 11
    6º) Henrique Castro, 10
    7º) Fabiano Hazan, 9
    8º) Ricardo Negretto, 8
    9º) Maurício Paludete, 7
    10º) Edson Luiz, 6
    14º) Luciano Donato, 2
    Informações – FGCom

    © Todos os direitos reservados - 2018