Ultimas atualizações
  • Teste 1: Teste

  • CUSTOMIZAÇÃO DE MOTOS HD

  • PRODUTOS PARA HARLEY-DAVIDSON

  • TOMBO NA LAMA NO PR

  • RJ: SALÃO MOTO BRASIL

  • DIAVEL BLACK

  • ESPANHOL DE MOTOVELOCIDADE

  • BRASILEIRO DE MOTOCROSS

  • RECALL NA HONDA CRF 450 R

  • Post por // abril 2, 2015

    [masterslider id=”8″]
    Quando a Kawasaki concebeu a Ninja H2, o conceito do desenvolvimento era oferecer uma aceleração que nenhum piloto jamais houvesse experimentado e assim criar uma moto divertida, porém, cara.
    No coração da exuberante Ninja H2 pulsa um motor com supercharger que chega a 200 PS de potência que, aliado ao projeto de um motor compacto, se equipara a outros motores vistos em modelos de 1000 cm3 em motocicletas superesportivas. O ponto chave para alcançar este incrível rendimento  concentra-se no sistema de alimentação impulsionado pelo supercharger – um conjunto projetado especificamente para a motocicleta, concebido totalmente ‘em casa’ com tecnologias incorporadas pela Gas Turbine & Machinery Company, Aerospace Company e também da Corporate Technology Division.
    O know-how tecnológico compartilhado com outras empresas do grupo Kawasaki se encontra em todas as partes deste inovador motor e de seu chassi. Por exemplo, o formato aerodinâmico dos suportes dos espelhos retrovisores, que agregam estabilidade para a condução em alta velocidade, foram projetadas com o apoio do braço aeroespacial da Kawasaki, e este é apenas um dentre muitos exemplos. A colaboração entre os grupos e o nível de tecnologia alcançado resultaram neste modelo inovador, razão pela qual a Ninja H2 recebe a marca Kawasaki River* exibida em destaque na carenagem frontal.

    Ninja H2 - Built Beyond Belief  Foto: Press Kawasaki

    Ninja H2 – Built Beyond Belief
    Foto: Press Kawasaki


    Ao trabalhar no nome do modelo, aplicar a palavra ‘Ninja’ – sinônomo de Kawasaki e utilizada em inúmeros modelos lendários através dos anos – foi uma opção óbvia. Mas, também recebe este nome em homenagem a outro modelo que marcou época: a H2, também conhecida como 750SS Mach IV. Impulsionada por um motor 2 Tempos de três cilindros e 748 cm3, possuía uma aceleração intensa que rapidamente a tornou sensação mundial. Para um modelo que entrega dirigibilidade de modelos supersport com aceleração que nenhum piloto tenha experimentado antes, não havia como pensar em um nome mais apropriado e digno de tais características.
    Com a Ninja H2 a Kawasaki está mais uma vez pronta para lançar um novo produto, sensação mundial e referência no segmento.
    *A marca Kawasaki River é um símbolo de longa data do grupo Kawasaki que remete aos anos 1870. Como política da empresa, o uso deste símbolo nos produtos é raro e limitado aos modelos com significância histórica. Honra concedida à Ninja H2.
    PONTOS CHAVE
    Nível de aceleração nunca sentido antes.
    De modo a oferecer uma aceleração intensa e velocidade máxima em uma faixa nunca experimentada antes, era essencial que o motor fosse capaz de produzir alto nível de potência. Ao passo que o aumento da cilindrada poderia facilmente trazer mais potência ao modelo, também era desejo da marca construir um motor compacto de baixo peso. Com a utilização de um supercharger ambas as condições seriam atendidas: a Ninja H2 tem potência de 200 cv e o tamanho do motor compatível com outras motocicletas de 1000 cm3 do mercado.
    Supercharger ‘feito em casa’
    O supercharger usado na Ninja H2 foi projetado por um grupo de engenheiros que teve auxílio de outras empresas do grupo Kawasaki, como a Gas Turbine & Machinery Company, Aerospace Company e a Corporate Technology Division. Este projeto ‘feito em casa’ permitiu que o desenvolvimento fosse feito de modo a casar perfeitamente com as características da Ninja H2.
    O supercharger altamente eficiente e exclusivo feito para a motocicleta foi a chave para atingir a máxima potência com a intensa aceleração que os engenheiros queriam proporcionar. Compacto, o motor é resultado da fusão de tecnologias do grupo Kawasaki.
    Projeto do Chassi – Os objetivos a serem atingidos na construção do chassi foram assegurar uma postura serena em altíssimas velocidades.
    Oferecer performance em curvas de modo que possa ser utilizada adequadamente em uma pista de corridas e ainda ter uma postura cômoda. De um modo geral, a estabilidade em alta velocidade pode ser alcançada com uma distância entre eixos longa, porém, foi adotada uma distância entre eixos mais curta, a fim de obter um pacote geral mais compacto, com boas respostas de dirigibilidade, o que também era desejado. O quadro precisava, além de ser rígido, ser também capaz de absorver irregularidades externas, as quais quando aparecem em alta velocidade poderiam facilmente afetar o chassi e a dirigibilidade do piloto. Um novo quadro de treliças fornece tanto a resistência para suportar a grande potência do motor, como flexibilidade equilibrada para atingir a estabilidade e maleabilidade para a condução em alta velocidade.
    Aerodinâmica – À medida que a velocidade aumenta, a resistência do vento aumenta exponencialmente. Para conseguir um bom funcionamento em alta velocidade, uma combinação de alta potência e aerodinâmica foi necessária. Com os requisitos de potência ficando a cargo do motor com supercharger, o próximo passo foi desenhar carenagens que minimizassem o arrasto e ajudassem no controle da condução em alta velocidade. Entra aí a preciosa ajuda da Kawasaki Aeroespace Company, criando formas esculpidas aerodinamicamente, garantindo a máxima eficiência aerodinâmica. 
    Design de ‘Força intensa’ e Precisão & Perfeição – Para garantir o design digno do modelo que carrega os nomes ‘Ninja’ e ‘H2′, o conceito de criação deste modelo foi “Design de força intensa”. Como uma motocicleta topo de linha da marca Kawasaki, era necessário ter presença e um estilo que refletisse sua incrível performance. Mas o design é muito mais do que simples cosmética. Ao mesmo tempo que o desenho de suas linhas é certamente atraente, a Ninja H2 também possui uma beleza funcional. Cada peça neste modelo é esculpida de modo a obter estabilidade em alta velocidade, o desenho de suas carenagens também maximiza a performance do sistema de refrigeração e dissipação do calor, ajudando a atingir a incrível potência deste motor.
    Mais do que qualquer outra motocicleta Kawasaki fabricada até hoje, a Ninja H2 é uma bela amostra de manufatura, com qualidade de construção, encaixes e acabamentos soberbos – juntamente com a pintura espelhada prateada e brilhante especialmente desenvolvida para o modelo.
    INFORMAÇÕES GERAIS
    Preço público sugerido: R$ 120 mil ( sem frete e sem seguro)
    Disponível para pedidos:  Abril/2015
    Previsão de entrega: Junho/2015
    Especificações – Ninja H2 
    Tipo de motor: Com Supercharger, refrigeração líquida, 4 cilindros em linha
    Cilindrada: 998cm3
    Tipo de Supercharger: Centrífugo
    Potência máxima: 200 PS
    Tipo de quadro: Treliças de aço de alta tensão
    Pneus dianteiros: 120/70 ZR17 M/C (58W)
    Pneus traseiros: 200/55 ZR17 M/C (78W)

    © Todos os direitos reservados - 2018