Ultimas atualizações
  • Teste 1: Teste

  • CUSTOMIZAÇÃO DE MOTOS HD

  • PRODUTOS PARA HARLEY-DAVIDSON

  • TOMBO NA LAMA NO PR

  • RJ: SALÃO MOTO BRASIL

  • DIAVEL BLACK

  • ESPANHOL DE MOTOVELOCIDADE

  • BRASILEIRO DE MOTOCROSS

  • RECALL NA HONDA CRF 450 R

  • Post por // março 12, 2015

    O fabricante Bramont, controlada pelo grupo chileno Gildemeister, fechou sua fábrica no Polo Industrial de Manaus (AM), onde eram produzidos as motos italianas Benelli e os veículos utilitários da marca indiana Mahindra.
    A justificativa para a suspensão das atividades produtivas da Bramont na unidade produtiva é o panorama adverso do mercado automotivo e das duas rodas no país, com as complicações da desvalorização do Real, que aumenta os custos da operação, segundo comunicado divulgado pela Bramont.
    A Bramont iniciou suas atividades industriais em Manaus em 2007, com capacidade instalada de até cinco mil veículos utilitários por ano. Porém, nos últimos tempos, a fábrica vinha operando abaixo da capacidade em sua linha de produção.
    Com o lançamento das marcas Benelli e da chinesa Keeway, a intenção da Bramont era desenvolver sua atuação no mercado das duas rodas no país, com uma produção de até 150 mil unidades por ano, tornando-se uma das grandes marcas do setor.
    Apesar do encerramento das atividades na fábrica da Bramont, em Manaus, a divisão de tratores e implementos agrícolas da marca, localizada em Dois Irmãos (RS), ainda segue em operação. As informações são do Valor Econômico.
    Foto: Bramont/Divulgação

    © Todos os direitos reservados - 2018