Ultimas atualizações
  • Teste 1: Teste

  • CUSTOMIZAÇÃO DE MOTOS HD

  • PRODUTOS PARA HARLEY-DAVIDSON

  • TOMBO NA LAMA NO PR

  • RJ: SALÃO MOTO BRASIL

  • DIAVEL BLACK

  • ESPANHOL DE MOTOVELOCIDADE

  • BRASILEIRO DE MOTOCROSS

  • RECALL NA HONDA CRF 450 R

  • Post por // abril 7, 2014

    As vendas do veículo elétrico devem acontecer ainda em abril no mercado europeu com preço estimado de 15 mil euros.
    A fabricante alemã BMW Motorrad iniciou a produção na fábrica de Berlim do seu primeiro scooter elétrico, o C Evolution,

    Foto: Divulgação

    Foto: Divulgação


    apresentado como conceito em 2013, no Salão de Frankfurt. As vendas do veículo elétrico devem acontecer ainda em abril no mercado europeu com preço estimado de 15 mil euros.
    O motor elétrico do C Evolution conta com refrigeração líquida e apresenta como tecnologia de alimentação um sistema de baterias de íon-lítio de alta voltagem, com capacidade de 8 KWh. Segundo a marca alemã, o scooter tem potência nominal de 11 kW (15 cv) e pode atingir um pico de 35 kW (47,5 cv). A velocidade máxima pode chegar a 120 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h pode acontecer em 6,2 segundos.
    A variação do regime de propulsão do C Evolution é resultado do controle com seleção de quatro níveis de potência: Road, Eco Pro, Sail e Dynamic, que modificam o comportamento do scooter em desempenho e no consumo de energia do conjunto de baterias.
    O veículo elétrico da BMW ainda dispõe de um sistema de recuperação de energia a partir dos freios, semelhante ao KERS da F-1. A autonomia do C Evolution por carga é de cerca de 100 quilômetros e a recarga do conjunto de baterias varia na faixa de 4 horas no caso de tomada de 220V.
    O visual do C Evolution segue o estilo dos demais scooters da linha C (C 600 Sport e C 650 GT). A cerimônia oficial de produção do scooter elétrico contou com a presença de funcionários e executivos da fábrica de Berlim, além do chefe de produção da BMW Motorrad, Marc Sielemann, e da senadora alemã de Economia, Tecnologia e Pesquisa, Cornelia Yzer.

    © Todos os direitos reservados - 2018