Ultimas atualizações
  • Teste 1: Teste

  • CUSTOMIZAÇÃO DE MOTOS HD

  • PRODUTOS PARA HARLEY-DAVIDSON

  • TOMBO NA LAMA NO PR

  • RJ: SALÃO MOTO BRASIL

  • DIAVEL BLACK

  • ESPANHOL DE MOTOVELOCIDADE

  • BRASILEIRO DE MOTOCROSS

  • RECALL NA HONDA CRF 450 R

  • Post por // janeiro 18, 2012

    A expectativa foi superada. Os pilotos voadores surpreenderam os cerca de 8 mil presentes no Postinho, na Praia da Barra da Tijuca, e deram um show de ousadia.
    A Copa Brasil de MotoCross Freestyle 2012 prometia ser a edição de mais alto nível da competição que é considerada a maior da modalidade no país. E a expectativa foi superada. Os pilotos voadores surpreenderam os cerca de 8 mil presentes no Postinho, na Praia da Barra da Tijuca, neste domingo, e deram um show de ousadia. O duelo entre Brasil e Estados Unidos foi vencido pelo agora hexacampeão da prova. Gilmar Flores, o “Joaninha”, desbancou o americano Wiley Fullmer, que acabou em segundo, e confirmou a invencibilidade. Henrique Balestrin, o “Zoio”, completou o pódio.
    – Estou muito feliz por ter ganho mais um campeonato. Esse ano foi ainda melhor pela rivalidade entre Brasil e Estados Unidos. É muito bom ter representado bem o meu país – comemorou o piloto de 31 anos de Sinop (MT), vencedor de todas as edições da competição.
    O americano de 24 anos que chegou com a missão de tirar a coroa de “Joaninha” sofreu com o forte calor carioca e não se sentiu bem nos primeiros dias da competição. Fullmer se recuperou para a segunda volta das eliminatórias neste domingo e, mesmo abatido, se classificou em primeiro lugar para a grande final.
    “Joaninha” passou em segundo, seguido por Fred Kyrillos, “Zoio”, Jeff Campacci e Marcelo Simões. Na primeira volta da final, “Joaninha” garantiu a sua melhor pontuação, 332.6, com variações do backflip que fizeram o público ir ao delírio. “Zoio”, o pupilo de “Joaninha”, começou a volta com a sua especialidade, a entortada, e seguiu com manobras alucinantes, como a “dead body”, na qual o piloto faz um ângulo de 90 graus com a moto. No somatório inicial, o atleta, que também é de Sinop (MT), ficou na segunda colocação.
    Se na primeira volta da final Fullmer não foi bem e garantiu apenas a quarta colocação, a sua segunda volta fez o coração de “Joaninha” bater mais forte. Após furar o pneu em sua segunda tentativa, o hexacampeão viu o norte-americano arrancar gritos histéricos da plateia e dar tudo o que podia em busca do título. A performance melhorou, o que garantiu ao atleta a soma de 291,5 pontos, mas não foi o suficiente para superar “Joaninha”.
    – O Joaninha é muito bom e fez uma ótima apresentação. Fiquei super feliz com o segundo lugar. Estava doente e consegui fazer boas manobras, mas ano que vem eu vou roubar a medalha dele – brincou Fullmer.
    Com apenas 18 anos, “Zoio” confirmou a evolução e garantiu o terceiro lugar, com 265 pontos. Fred Kyrillos ficou em quarto, com 257.5 pontos, Marcelo Simões em tereciro, com 250 e Jeff Campacci, que caiu na primeira volta quando fazia um backflip, em sexto, somando 207.5.
    A Copa Brasil de MotoCross Freestyle foi uma realização da IMX, com patrocínio da Yamaha, TNT e Ipiranga e apoio da SubPrefeitura da Barra da Tijuca, Prefeitura do Rio de Janeiro e Domino´s Pizza. A competição teve apoio e supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM).
    Confira o resultado final:
    1 – Gilmar Flores, “Joaninha” – 332.6
    2 – Wiley Fullmer – 291.5
    3 – Henrique Balestrini, “Zoio” – 265
    4 – Fred Kyrillos – 257.5
    5 – Marcelo Simões – 250
    6 – Jeff Campacci – 207.5
    Informações In Press Media Guide

    © Todos os direitos reservados - 2018