Ultimas atualizações
  • Teste 1: Teste

  • CUSTOMIZAÇÃO DE MOTOS HD

  • PRODUTOS PARA HARLEY-DAVIDSON

  • TOMBO NA LAMA NO PR

  • RJ: SALÃO MOTO BRASIL

  • DIAVEL BLACK

  • ESPANHOL DE MOTOVELOCIDADE

  • BRASILEIRO DE MOTOCROSS

  • RECALL NA HONDA CRF 450 R

  • Post por // janeiro 10, 2012

    Na primeira parte encerrada com o dia de descanso neste domingo, nada menos que 50 dos 180 competidores que largaram já estavam fora da competição.                                                                                            
    O recomeço hoje do Rally Dakar foi marcado por uma revirada na liderança, reassumida pelo espanhol Marc Coma depois que seu companheiro, o francês Cyril Despres, se atrapalhou num lodaçal, logo no primeiro  trecho da especial de 477 Km, a mais longa até agora, seguida de outros 245 Km de ligação, entre Copiapó e Antofogasta, no Chile.
    Despres perdeu com isso a vantagem que obtivera quando Marc Coma cometeu um erro de navegação, na terceira etapa da prova. Entretanto, os dois pilotos de fábrica da KTM Motorcyles se mantêm com folga na dianteira, com quase uma hora adiante do terceiro colocado, o portugês Helder Rodrigues, de Yamaha. Em quarto na geral vem o francês David Casteu, de Yamaha e em quinto o espanhol Jordi Viladons, de KTM formando o Top 5 após a oitava de 15 etapas do Dakar.
    O brasileiro Felipe Zanol cumpriu mais uma etapa entre os ponteiros, perdendo 15 minutos do seu tempo na classificação geral pela troca de motor, mas sem perder posição. Perdeu também alguns minutos no mesmo atoleiro que segurou Cyril Despres e outros pilotos. Mesmo assim ganhou uma posição na geral, indo da 16ª para a 15ª na geral.
    A prova se reiniciou em nove de janeiro para cumprir o techo mais dificil dos seus 9 mil quilômetros. Na primeira parte encerrada com o dia de descanso neste domingo, nada menos que 50 dos 180 competidores que largaram já estavam fora da competição. Entre elas a Aprília do chileno Francisco “Chaleco” Lopes, por ferimento nos tendões e ligamentos do joelho, na sétima etapa. Ele havia vencido a primeira etapa da prova, uma especial de apenas 60Km, a única não dominada pelos dois pilotos de fábrica da  KTM.

    © Todos os direitos reservados - 2018