Ultimas atualizações
  • Teste 1: Teste

  • CUSTOMIZAÇÃO DE MOTOS HD

  • PRODUTOS PARA HARLEY-DAVIDSON

  • TOMBO NA LAMA NO PR

  • RJ: SALÃO MOTO BRASIL

  • DIAVEL BLACK

  • ESPANHOL DE MOTOVELOCIDADE

  • BRASILEIRO DE MOTOCROSS

  • RECALL NA HONDA CRF 450 R

  • Post por // dezembro 15, 2011

    A entidade publicou o regulamento geral do Campeonato Brasileiro de Motocross do ano que vem, deixando claro que o esporte entra em uma nova fase daqui para a frente.Profissionalismo. Esta será a palavra de ordem no motociclismo brasileiro a partir de 2012. É o que garante o presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo, Firmo Alves.
    A entidade publicou o regulamento geral do Campeonato Brasileiro de Motocross do ano que vem, deixando claro que o esporte entra em uma nova fase daqui para a frente.
    Principal competição da modalidade sobre duas rodas no país, o Campeonato Brasileiro de Motocross terá um foco maior na busca pelo alto nível técnico dentro da pista, com duas baterias das principais categorias (MX1 e MX2) em cada uma das oito etapas ao longo do ano. Além disso, o regulamento de 2012 traz como novidade os ajustes da idade mínima para a categoria MX3 (agora 35 anos) e máxima para a MX2 (23 anos).
    – Há 15 anos o regulamento do motocross era o mesmo no Brasil. Enquanto o esporte se profissionalizava cada vez mais no exterior, as gestões anteriores da CBM não tiveram a coragem que estamos tendo agora de fazer a roda girar. Não queremos o Brasileiro de Motocross como um campeonato que agrade a meia dúzia de pilotos apenas. Queremos um campeonato verdadeiramente nacional, que seja disputado em diversos estados e regiões, permitindo o desenvolvimento do esporte e o surgimento de novos talentos e revelações no motocross – declarou Firmo Alves.
    Outra novidade para a próxima temporada é a separação das categorias MX4 e Nacional 230cc, agora fazendo parte do Campeonato Brasileiro de Motocross Amador juntamente com as categorias 50ccA, 50ccB, MXF (feminina), Intermediária e MXJr. Permanecem no Brasileiro principal as categorias 65cc e MX3, ambas com provas aos sábados, e MX1, MX2 e 85cc com provas aos domingos.
    – Vamos realizar o Brasileiro de Motocross Amador em um evento único, diminuindo custos para os pilotos, mas valorizando muito essa competição. A classificação para essa disputa obedecerá critérios pelas Federações Estaduais, e dali certamente surgirão pilotos aptos a ingressar no Brasileiro de Motocross principal. Não tenho dúvidas de que a CBM está dando um passo importantíssimo a médio e longo prazo que vai ajudar a desenvolver e muito o motocross brasileiro – completou Firmo Alves.
    O Brasileiro de Motocross terá oito etapas, começando no dia 3 de março, em Santa Catarina, e encerrando no dia 12 de agosto, em São Paulo, depois de passar por Paraná, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Sergipe.
    Para conferir o Regulamento Geral do Brasileiro de Motocross 2012, clique aqui.
    Informações CBM

    © Todos os direitos reservados - 2018