Ultimas atualizações
  • Teste 1: Teste

  • CUSTOMIZAÇÃO DE MOTOS HD

  • PRODUTOS PARA HARLEY-DAVIDSON

  • TOMBO NA LAMA NO PR

  • RJ: SALÃO MOTO BRASIL

  • DIAVEL BLACK

  • ESPANHOL DE MOTOVELOCIDADE

  • BRASILEIRO DE MOTOCROSS

  • RECALL NA HONDA CRF 450 R

  • Post por // outubro 19, 2011

    Com a nona vitória de Stoner nesta temporada, os pilotos Honda totalizam 646 vitórias, um número que não para de crescer.
    O Campeonato de Construtores da MotoGP de 2011 foi o 18º da Honda na categoria rainha (cinco na MotoGP e 13 nas 500cc), ao que se juntam seis de 350cc, 19 de 250cc, 15 de 125cc e dois nas 50cc. Com a nona vitória de Stoner nesta temporada, os pilotos Honda totalizam 646 vitórias, um número que não para de crescer.
    A caminhada para o livro de recordes começou com o australiano Tom Phillis que venceu o GP de 125cc de 1961 em Montjuic, Espanha, 50 anos e um dia antes da conquista do 60º título. Mas foi um jovem britânico de nome Mike Hailwood, um dos muitos nomes lendários da Honda, que deu à marca o primeiro título de Construtores nas 250cc em 1961. Hailwood liderou o domínio da Honda nos cinco primeiros do Campeonato de 250cc desse ano, assegurando a coroa para ele e para a marca. A Honda chegou ao topo ao ter conquistado um título de Construtores em cada uma das cinco categorias em 1966, um feito nunca mais igualado. A Honda esteve perto de conseguir em 1994, vencendo os três Campeonatos de Construtores.
    A lista dos grandes que levaram a Honda à vitória seria demasiada longa. Uma lista parcial de lendas que conquistaram os títulos de Construtores e de Pilotos inclui Jim Redman, Mick Doohan, Max Biaggi, Eddie Lawson, Freddie Spencer, Luca Cadalora, Alex Criville, Valentino Rossi, Nicky Hayden, Daniel Pedrosa, Ralph Bryans, e Daijiro Katoh. E agora Casey Stoner.
    Os atuais pilotos da Honda contribuíram todos para o Campeonato de Construtores. Casey Stoner deu à Honda dez resultados de topo. Apesar de ter falhado quatro corridas por lesão, Daniel Pedrosa somou cinco vitórias e Andrea Dovizioso contribuiu com uma vitória. Houve um piloto Honda nos dois primeiros em todas as corridas desta temporada.
    A Honda não é a marca mais bem sucedida na história do Mundial apenas por causa dos seus pilotos. A Honda é uma empresa de engenharia, cujas lendárias e inovadoras máquinas atraíram os melhores do mundo. Máquinas que são a criação de um brilhante conjunto de engenheiros, que deu as motos aos dedicados técnicos que estão nas corridas e que são geridos por dedicados diretores esportivos que exigem e recebem excelência. Homens como Shuhei Nakamoto, vice-presidente da Honda Racing Corporation, cuja grande concentração, brutal honestidade, grande entrega e sentido de humor foram fundamentais para dar à Honda o último triunfo da era das 800cc.
    Informações Moto.com.br

    © Todos os direitos reservados - 2018